Seja bem vindo, esta é a nossa sala

Pode começar a festejar porque essa semana o projeto começou a tomar forma, cor, metragem e tudo o mais que poderia defini-lo. Mas se você não sabe que projeto é esse, fique tranquilão e clique aqui.


gif

Então vamos lá! A palavra neste projeto é harmonia, tanto entre nossos clientes e a casa, quanto da casa consigo mesma. Já sabemos, pelo projeto da arquiteta Laís Zaviolo, que a casa terá uma fachada altamente moderna e não queremos ignorar isso. Desse modo, o desafio aqui é criar um ambiente interno que seja uma continuação das características exteriores e que demonstre a todo instante a personalidade dos clientes, atendendo suas expectativas estéticas e suas necessidades funcionais.


Ao lado podemos observar a fachada criada pela arquiteta Laís, de linhas muito retas, associadas as tonalidades de cinza dando um ar urbano a edificação, mas sem deixar de lado o calor da madeira e a receptividade da grande janela que toma quase toda a fachada de ambas as casas.



Uma primeira versão do projeto da sala de visitas/televisão foi então criada, buscando linhas igualmente retas, mas com todo o jeitinho dos futuros moradores, já consigo até vê-los maratonando os últimos lançamentos da netflix ali do sofá ou molhando a samambaia que é responsável pelo tão necessário contraste do verde.

Essa sala pode ser simples em muitos aspectos, mas um espaço com uma janela como essa, jamais perderá a sua imponência. A paleta de cores é o novo tradicional, cheia de cinza, madeira, laranja e um pouquinho de preto e verde que não fazem mal a ninguém.


Olhando mais detalhadamente para a parede do sofá, não temos como negar a importância da parede de tijolinhos, é ela que dá vida e calor a essa sala, na qual tudo, desde as mesas laterais em concreto e madeira, até o design da luminária, reforça uma atmosfera urbana receptiva que conversa totalmente com o exterior da casa e com a personalidade dos nossos clientes.



Sim, ficou lindo, mas não percamos o foco! Temos ainda a queridinha dos nossos olhares, a parede da televisão!


O pé direito duplo dessa sala ganha foco com o detalhe dos cabos de aço aparentemente sustentando as grandes prateleiras que pendem sobre a televisão e seus tamanhos desiguais criam o espaço perfeito para uma samambaia que vai amar toda a iluminação desta sala.

Neste ponto do projeto, o principal material foi a madeira, mas não deixamos de mesclar com um pouquinho de couro dos pufes guardados sob a prateleira abaixo da televisão. Estes pufes têm a função de apoio para os pés que quem não estiver sentado do assento longo do sofá.



Perceba como o "peso" visual dos objetos aqui é bem menor do que na parede do sofá. Afinal, o foco do olhar deve ser a televisão e não queremos cansar o cérebro dos telespectadores com muitas informação ao redor da mesma.

No próximo post veja: O projeto da sala de jantar xoxo

Olá, que bom ver você por aqui!

Sou Isabelle de Campos e esse é o meu espaço para mostrar como eu vejo e vivencio a engenharia civil.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Instagram