Visitando imóveis

Imagine-se no programa dos irmãos a obra, vivendo aquelas cenas em que o Drew entra e sai de casas as apresentando aos futuros proprietários. Pronto, você já sabe como foi a semana por aqui, mas no lugar do alto e barbudo Drew, o suporte foi do Maria vai sem as outras.

gif

Focamos nossas buscas em casas novas ou em construção com três quartos, muito raramente abrindo exceções para casas já habitadas anteriormente ou casas com dois quartos. Visitamos todos os imóveis disponíveis que atendiam ao perfil e selecionei aqui alguns "causos" relacionados a essa experiência para compartilhar: 1) No bairro de escolha dos clientes, as casas com o perfil apresentado tinham plantas extremamente parecidas e pro desempate da escolha, detalhes foram realmente relevantes (#fikdik para você que é #construtor). Dentre esses detalhes estão o tamanho dos quartos (que deveriam ser suficientes para uma cama de casal padrão, um guarda-roupas e uma escrivaninha, por exemplo), se tinha lavabo, se a lavanderia era fechada (acreditem, tinham várias que não eram), a qualidade das janelas e revestimentos. Visitamos uma casa de planta extremamente parecida com outras tantas, mas o piso cerâmico imitando madeira com baixo nível de fidelidade, trouxe um ponto negativo para o imóvel. De modo que no processo de escolha, tal piso foi sempre citado como uma coisa que deveria ser trocada futuramente, o que fez os futuros proprietários ponderarem a escolha pelo imóvel, já que em comparação com outras casas, nem sempre teriam este encargo financeiro a curto e médio prazo. Teve um outro "causo" de uma casa que agradou por ser extremamente bem iluminada e ter um tamanho bom dos cômodos, mas as esquadrias eram de uma qualidade tão ruim que somente a abertura para iluminação do local durante a visita já a danificou. Bem como em um outro imóvel, quando o corretor abriu a porta de entrada da casa (que era de madeira), ela, que já estava visivelmente deteriorada pela água da chuva, mostrou uma enorme poça de água logo na entrada da sala. Um outro imóvel, extremamente lindo, tinha quartos tão pequenos que seriam úteis apenas para escritórios ou crianças pequenas. O que se faz com os filhos quando crescerem um pouquinho? Envia para a faculdade aos 10 anos? 2) Casas que estavam extremamente sujas causaram uma impressão ruim que dificultou a percepção de potencial do imóvel para os clientes. #fikdik para você que quer vender, manter o ambiente limpo pode facilitar na missão. Realizamos uma visita a uma casa nova, mas que ficou fechada por muito tempo por questão de inventário. Chegando lá o cheiro de esgoto era muito forte, tinha ainda uma enorme quantidade de teias de aranhas espalhadas na lavanderia e outras tantas na cozinha. Além disso, como se não bastasse, na sacada do quarto tinham várias pombas usando o parapeito e o chão como um vaso sanitário. Toda a visita foi um desconforto só, embora a cozinha tivesse um tamanho excelente, o piso fosse um porcelanato lindo e de qualidade boa e os dois quartos existentes serem suíte. Esses foram apenas alguns highlights desse processo, inúmeras foram as possibilidades apresentadas aos nossos ilustres clientes, mas o fato é que somente uma foi escolhida e ela ainda está somente no plano das ideias. Sim, "uma casa em construção, roubou meu coração" é o slogan do momento.

gif

Definitivamente foi a melhor planta (de acordo com o que os nossos clientes requisitaram), a melhor fachada, a melhor localização e hoje iniciaremos também o melhor projeto de interiores e o melhor acompanhamento de obras. Desse modo, que vocês, e também nosso casal20, agora se despeçam de Drew e digam um sonoro "hello" para Jonathan Scott (o irmão da reforma, mas sem reforma nesse caso).

Então mão na massa que casa bonita não vem de graça.

No próximo post conheça o projeto da casa

xoxo

Olá, que bom ver você por aqui!

Sou Isabelle de Campos e esse é o meu espaço para mostrar como eu vejo e vivencio a engenharia civil.

Fique por dentro de todos os posts

Obrigado por assinar!

  • Instagram